Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada
Início » Histórias da Bíblia » Quem foi Marcos?

Quem foi Marcos?

João Marcos, esse era o nome do autor do segundo evangelho na ordem conhecida do cânon bíblico no Novo Testamento. As suas inserções nas Sagradas Escrituras em nenhum momento da história sofreram contestações.

História de Marcos

O João Marcos era filho de uma mulher chamada Maria –

“Depois de assim refletir, colocou-se a caminho da casa de Maria, mãe de João, também chamado Marcos, onde muitas pessoas estavam reunidas em oração” (Atos 12.12).

Essa Maria era tia de Barnabé, amigo e companheiro dos apóstolos Paulo e Pedro no ministério –

“Saúda-vos Aristarco, meu companheiro de prisão, assim como Marcos, primo de Barnabé, sobre quem já recebestes instruções, portanto, se ele vos for visitar, recebei-o” (Colossenses 4.10).

Mulher de posses, proprietária de uma casa com grandes salas/aposentos (conhecido também como cenáculo), onde Jesus realizou a última ceia com seus apóstolos – “Então Ele enviou dois de seus discípulos instruindo-lhes: ‘Ide à cidade, e certo homem carregando um cântaro de água virá ao vosso encontro.

Segui-o e dizer ao proprietário da casa onde ele entrar que o Mestre deseja saber onde está a minha sala de jantar onde cearei a Páscoa com os meus discípulos? ’ E aquele homem vos mostrará um amplo cenáculo todo mobiliado e pronto, ali fazei os preparativos” (Marcos 14.14-15) e “Assim que chegaram, subiram a um grande aposento onde se hospedavam, estavam presentes: Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Matheus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, filho de Tiago” (Atos 1.13), essa casa era pertencente à mãe de Marcos (Atos 12.12 – mencionado acima), onde se refugiaram os onze com suas esposas – “Não temos nós o direto de levar conosco uma esposa crente como fazem os demais apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro” (1ª Coríntios 9.5 – Nessa época a maioria dos apóstolos e discípulos já haviam se casado e vivam em família, incluindo os filhos).

O apóstolo Pedro se referia ao Marcos como “meu filho Marcos” – “Aquela que está em Babilônia, igualmente eleita convosco, vos saúda, assim como Marcos, meu filho” (1ª Pedro 5.13). Estudiosos e biblistas garantem que Pedro foi uma peça fundamental no cuidado e discipulado de Marcos e havia entre eles muito respeito e carinho.

O evangelho segundo Marcos…

O João Marcos não foi testemunha ocular do ministério e obra do Senhor Jesus, assim como Lucas, diferentemente de Mateus e João – o apostolo. Acredita-se que grande parte das informações contidas no evangelho que carrega o seu nome como título tenham sido obtidas de Pedro pelo estreito relacionamento que eles tinham, bem como pela evangelização própria investida por Pedro sobre a vida de Marcos.

Acredita-se ainda que a obra foi composta basicamente pelos ensinos dados por Pedro à Marcos, obviamente escrito pela interpretação do autor, considerado um grande interprete e escriba do apóstolo.

Acredita-se também que o evangelho segundo Marcos foi escrito com o proposito de evangelizar os gentios, especialmente os cristãos da igreja em Roma, e que sua publicação ocorreu-se por volta de 50 anos depois de Cristo, antes mesmo do evangelho segundo escreveu Mateus, por isso disse-se que tanto Mateus quanto Lucas valeu-se dos textos de Marcos como fonte na produção dos seus relatos sobre Jesus Cristo. O evangelho segundo Marcos foi escrito nas regiões da Itália, mas precisamente em Roma.

As Viagens Missionárias de Marcos…

O João Marcos acompanhou o apóstolo Paulo e Barnabé em sua primeira viagem missionária, ainda muito jovem – “Na Igreja em Antioquia havia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, conhecido por seu segundo nome, Niger, Lúcio de Cirene, Manaém que era irmão de criação de Herodes, o governador, e Saulo. Enquanto serviam, adoravam e jejuavam ao Senhor, o Espírito Santo lhes ordenou: ‘Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a missão a qual os tenho chamado. Diante disso, depois que jejuaram e oraram, lhes impuseram as mãos e os enviaram.

Dirigidos, portanto, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre. Chegando em Salamina, proclamaram a Palavra de Deus nas sinagogas judaicas. João Marcos os seguia para auxilia-los” (Atos 13.1-5), contudo logo em seguida os deixou regressando para Jerusalém –

“De Pafos, Paulo e seus companheiros navegaram para Perge, que fica na Panfília. Então, João Marcos os deixou ali e regressou a Jerusalém” (Atos 13.13).

O motivo jamais ficou claro, mas o fato é que tal atitude desagradou a Paulo – “E Barnabé queria que João, também chamado Marcos, os acompanhassem. Paulo, entretanto, não conseguia ver razão para levar consigo aquele que desde a Panfília havia decidido se afastar deles e não os acompanhara até o fim da missão. Por esse motivo, tiveram um desentendimento tão exacerbado que decidiram se separar. Barnabé partiu, levando consigo Marcos e navegaram para Chipre” (Atos 15.37-39).

Nesse instante ele partiu em viagem com Barnabé para Chipre e a partir desse instante seus nomes não são mais citados em Atos dos Apóstolos, contudo depois de doze anos vemos o Marcos novamente compondo parte da equipe missionária de Paulo – Colossenses 4.10.

O próprio Paulo escreveu a Timóteo sobre a importância do companheirismo e do ministério de João Marcos – “Somente Lucas está comigo. Toma a Marcos e traze-o contigo, pois ele me é de grande auxilio para o ministério” – 2º Timóteo 4.11.

Por fim, estudiosos de história afirmam que João Marcos foi executado/martirizado pelo império romano.

Veja TambémQuem foi Lucas

Conclusão…

O jovem cristão João Marcos foi um discípulo que todo o discipulador gostaria de ter: convertido ao evangelho seguiu os passos ensinados por Pedro, seu discipulador, bem como usou daquilo que dá parte do Espírito Santo, pela graça, lhe era confiado para registrar e evangelizar as nações até os confins.

O João Marcos era um homem comum, como eu e você, mas entendeu o propósito que o Eterno tinha para com sua vida e no seu tempo viveu-os.

Deus, o Pai, em nome do seu filho amado Jesus e pela ação poderosa do Espírito Santo tem uma obra e propósito para a sua vida também, apegue-se as ferramentas que Ele tem de dado, agarre com forças as oportunidades e seja usado poderosamente por Ele para a glória d’Ele.

[Total: 2    Média: 3.5/5]

Adicionar comentário

Publicidade