Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada
Início » Histórias da Bíblia » Quem Foi Malaquias? Conheça a História do Profeta Malaquias!

Quem Foi Malaquias? Conheça a História do Profeta Malaquias!

Malaquias é um nome originado da língua hebraica mal´aki e que pode ser traduzido por “meu mensageiro”, ou ainda “meu anjo”, o que leva a controvérsias entre estudiosos que acreditam que o nome não é uma designação própria, mas que se trata de um termo usado por Deus.

Independente do que signifique o nome, Malaquias foi um profeta elegido por Deus para falar ao povo judeu após o período em que ficou exilado na Babilônia.

Como muitos acontecimentos e pessoas citadas na Bíblia (principalmente no antigo testamento), não existe evidência histórica de sua existência daí as controvérsias sobre ele ser alguém, ou algo (um anjo enviado por Deus).

historia-de-Malaquias

Mas, o que realmente importa para quem deseja conhecer mais sobre os profetas é saber que ele foi o precursor da vinda de Jesus, e foi através de suas profecias que os judeus foram chamados à ordem no que diz respeito à sua e religiosidade.

Depois do período em que os judeus estiveram cativos na Babilônia, o povo ficou completamente desacreditado de Deus, muitos realizando atos fora de suas crenças, e Malaquias veio para trazer esse povo de volta a Deus.

Dentro do cânon do Antigo Testamento, Malaquias é o último dos profetas menores.

Esse nome é dado aos profetas que deixaram poucos registros literários (se comparados com os profetas Daniel e Ezequiel). Os profetas chamados menores são: Oseias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e, por último Malaquias.

O profeta Malaquias é autor do Livro de Malaquias (escrito no ano de 430 A.C.) que consta do Antigo Testamento Bíblico e suas profecias serviram para colocar ordem e “arrumar” o povo judeu para a chegada do Messias (Jesus Cristo).

Fora de seu livro, o nome desse profeta não é mencionado em mais nenhum outro livro da Bíblia.

Em um contexto atual podemos dizer que Malaquias foi o responsável por trazer de volta os valores familiares, e deixar claro que as coisas que estavam acontecendo naquele momento eram inconcebíveis para o mestre que chegaria.

A importância de Malaquias para o Povo Judeu

Contemporâneo dos profetas Esdras e Neemias, Malaquias passou pelos mesmos problemas que esses dois para colocar o povo judeu de volta em sua crença e valores.

Dentro do contexto social, depois de ficarem cativos na Babilônia os judeus retornaram completamente apáticos no que diz respeito a seus valores religiosos, o que seria uma perdição para a nação judaica.

No livro de Malaquias, o profeta fala do amor de Deus por seus filhos, dos pecados que estavam sendo cometidos pelo povo, pelos sacerdotes e admoestou sobre a vinda do Messias.

Através dele, Deus deixou mensagens de conforto e principalmente de valorização familiar, onde no final do livro ele cita: “Converter o coração dos pais aos filhos e dos filhos aos seus pais”, numa clara alusão à base familiar como pilar da sociedade como um todo.

Malaquias e os Dízimos

Outro assunto muito importante tratado em suas profecias foi a questão do dízimo.

Na época os sacerdotes recolhiam o valor dos fiéis, mas não repassavam para que fosse usado no cuidado de órfãos, viajantes e viúvas, sendo desviado por esses senhores.

Com as palavras: “Com a maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda”, em uma clara acusação do que estava se sucedendo.

Até hoje essa passagem do livro de Malaquias é utilizada pelas congregações para justificar e incentivar o pagamento do dízimo pelos fieis e seguidores.

Para entender essas duras palavras é importante lembrar que o momento histórico era de apatia e desânimo, pois os judeus achavam que as profecias de Deus após o cativeiro não haviam sido cumpridas.

Fora essa descrença, Judá estava sob o domínio dos Persas, que cobravam impostos muito altos do povo, causando pobreza e desequilíbrio financeiro.

Com tantos problemas, o que acabou ocorrendo é que o povo deixou de cuidar da obra de Deus, negligenciando seu culto e adoração, em seus textos Malaquias reconhece que Deus estava recebendo sobras como oferendas, um pecado gravíssimo para a época.

Apesar de toda essa admoestação como um chamamento à ordem, Malaquias também falou sobre o amor de Deus por seus filhos e ainda anunciou que esse amor se mostraria com a chegada do Messias, seu filho Jesus.

[Total: 4    Média: 2.5/5]

Adicionar comentário

Publicidade