Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada
Início » Significados Bíblicos » O que é Aceitar Jesus?

O que é Aceitar Jesus?

Aqui vamos conversar um pouco sobre o que é aceitar jesus e toda sua essência por trás desse ato, não tem como não falarmos do amor de cristo por nós, então segue o post …

o-que-é-aceitar-jesus

O amor que dividiu a história…

São muitas as histórias de amor que já lemos em livros. São de histórias de amor que as pessoas buscam para fazer parte de suas vidas e chamarem de suas.

Hoje nós conversaremos sobre uma linda história de amor, a maior delas, nada convencional, cheia de graça, que certamente nenhum roteirista de Hollywood teria a inspiração para cria-la. Ela existe, ela é verdade.

Há uma história de amor que vai além dos tempos, de geração em geração, eternamente existirá, pois não se trata de apenas mais uma história de amor, mas de um amor que dividiu a história. Essa declaração de amor é para você, foi para salvar você que Jesus sangrou amor e quer te envolver em seus ternos braços daqui até a eternidade.

No Principio…

Todas as coisas que existem, bem como as que vierem a existir foram criadas por Deus (Gênesis 1.1 – 2.3). O homem foi criado por Deus, a sua imagem e semelhança o Senhor o criou, ao lado de sua mulher, criada posteriormente, eles estavam no Éden e ali dominavam sobre toda a criação, bem como tinha exatamente tudo o que precisavam.

No Éden, eles tinham apenas uma restrição: “E o Senhor deu a seguinte ordem ao homem: ‘Comerás livremente o fruto de qualquer espécie de árvore que está no jardim; contudo, não comerás da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comeres, com toda a certeza morrerá” (Gênesis 2.16-17).

No Éden ainda eles tinham o bem mais precioso que um ser humano poderia buscar: a intimidade no relacionamento com o Eterno, as Sagradas Escrituras registram que “Deus passeava pelo jardim” (Gênesis 3.8).

Contudo, já havia acontecido nesse período uma rebelião no céu, Satanás e os anjos caídos (demônios) já existiam e ele, na forma de uma serpente, apareceu ali para tentar e manipular à Eva e Adão a comerem do fruto da árvore colocando em cheque as orientações dadas por Deus, alegando ainda que se comessem ambos teriam acesso ao conhecimento do bem e do mal e que tudo seria bom, pois ao contrário da Palavra de Deus, ele afirmou que ambos não morreriam.

O Adão e a Eva caíram na tentação e comeram do fruto da árvore e imediatamente os olhos de ambos foram abertos, o pecado tomou a mente e o coração, bem como perceberam que estavam nus, se envergonharam e da presença do Eterno buscaram se esconder. Como principal consequência pelo seu pecado, entre outros, o casal foi expulso do Éden e aquela relação tão intima foi provisoriamente extinta (Gênesis 3.1-24).

E Depois…

O pecado multiplicou-se sobre a terra, sempre fruto da rebeldia e desobediência proveniente do coração. Todas as sortes de maldade começaram a prosperar porque o homem sem Deus não consegue viver uma vida em santidade (em todos os sentidos que isso possa englobar).

No tempo Deus continuou falando com a humanidade através dos seus profetas, sempre com o intuito de direcionar as pessoas de volta a Ele, numa vida consagrada seguindo as suas leis e restabelecimento do projeto original: o intimo relacionamento. Porém, uma solução já estava traçada desde a queda: um inocente sem restrição alguma deveria ser a oferta pelo pecado de todos para a reconciliação e salvação eterna.

O Deus Filho, Jesus, na sua posição de “ser Deus” foi à oferta sacrificial definitiva. Ele não reivindicou o ser igual a Deus, muito pelo contrário, esvaziou-se a si mesmo, assumindo plenamente a forma de servo e tornando-se semelhante aos seres humanos, assim, na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, entregando-se à obediência até a morte e morte de cruz (Filipenses 2.5-11).

Jesus foi a oferta: Está consumado!

Jesus é o único caminho que leva a Deus (João 14.5), que nos faz novamente ter paz com Deus e sermos recebidos à sua família como filhos amados. Jesus veio para revelar o amor do Pai a toda a humanidade, bem como cumprir um claro propósito de ser a oferta sacrificial que reconciliou a humanidade com o Pai (Romanos 5.7-11; 2ª Coríntios 5.18; João 1.12).

Durante toda a sua vida Ele revelou o Pai e ao concluir a sua obra entregando-se na Cruz do Calvário, Ele bradou: “Está consumado” (João 19.30), isso significa: “Dívida paga”.

O que é Aceitar Jesus e Porque Fazê-lo?

Jesus concluiu a sua obra e voltou para o Pai, mas um dia voltará para buscar a sua igreja amada, reconhecida carinhosamente como noiva (Apocalipse 1.7).

Ele não nos deixou desamparados, mas logo após a conclusão da sua obra enviou o Espírito Santo da verdade, a terceira pessoa da santíssima trindade, o prometido que habita naqueles que estão salvos (João 14.16-18), que realiza a obra de santificação e que por seus intermédios de graça faz o evangelho ser anunciado a todos para que haja salvação para todos.

Aceitar Jesus é reconhecer quão miseráveis pecadores somos longe Dele. Aceitá-lo é decidir entregar à vida a Jesus sem restrição reconhecendo que Ele é o Único e Suficiente Salvador, pois é Ele quem perdoa os nossos pecados e nos dá uma nova vida, vida essa que não terminará na morte física, mas que durará por toda a eternidade.

Quando uma pessoa faz a oração recebendo Jesus como o seu Senhor e Salvador, o Espírito Santo passa a habitar nela, seus olhos espirituais são abertos e um novo entendimento de vida começa a existir, essa a primeira obra da graça.

Em seguida, pela busca e caminhada de compromisso com Ele, acontece o batismo com o Espírito Santo, é a segunda obra da graça, onde somos de fato libertos por Ele do poder do pecado e na sua força conseguimos resisti-los, sendo assim a cada dia mais parecidos com Jesus, somos seus discípulos, até que seja Dia Perfeito que Ele venha nos buscar para ai viver com Ele eternamente.

Você deve recebê-lo porque sem Ele você está destinado a condenação eterna, mas como Ele você está destinado a vida eterna que começa no momento em que nós o recebemos e passamos a conhece-lo diariamente (João 17.3).

A sua vida irá mudar e isso não significa que haverá ausência de problemas, no mundo teremos aflições (João 16.33), mas significa que você nunca mais estará sozinho, pois aconteça o que acontecer Ele estará contigo.

Vamos orar para aceitar Jesus?

Você deseja recebe-lo hoje? Sim, você pode recebê-lo hoje e exatamente onde você esta agora. Ore comigo dizendo:

“Senhor Jesus, eu te recebo como o meu único e suficiente salvador nesse momento. Entrego a minha vida em tuas mãos e te peço que perdoe os meus pecados, por favor, escreve o meu nome no Livro da Vida e a partir de hoje caminhe comigo numa nova vida daqui até a eternidade”.

Já orou? Essa foi a melhor decisão da sua vida. Acredite nisso. Agora busque uma igreja mais próxima de você e caminhe com pessoas que um dia tomaram a mesma decisão que você, elas podem te ajudar, a família é grande.

Você leu esse artigo e ficou com dúvidas, escreva-nos e reparta o que há no seu coração. Faça o seu comentário, será um prazer ajuda-lo.

[Total: 2    Média: 3/5]

Adicionar comentário

Publicidade