Projeto Gospel. Aprenda tudo sobre Teologia!
Início » Histórias » História do Rei Uzias

História do Rei Uzias

Uzias, com significado “Jeová é a minha força”, era filho do rei Amazias, seu antecessor no reinado em Jerusalém, sua mãe chamava-se Jecolias. Quando Uzias foi proclamado rei sob Judá ele tinha apenas dezesseis anos e nesse posto permaneceu até os seus sessenta e oito anos, ou seja, por cinquenta e dois anos.

Uzias era conhecido também como Azarias (2º Reis 14.21 – 2º Crônicas 26.1), com significado “Jeová tem ajudado”. Uzias governou o Reino do Sul e contemporâneo dos profetas Isaías, Amós e Oséias. Sua história encontra-se nos capítulos 15 de 2º Reis e 26 de 2º Crônicas.

historia-rei-uzias

O reinado de Uzias

Uzias agiu corretamente diante do Eterno, seguindo os passos de seu pai. Ele foi um fiel seguidor do Eterno, muito bem preparado e ensinado por seu tutor e mestre, Zacarias, a viver em obediência e temor ao Eterno. Enquanto Zacarias viveu, Uzias foi um homem integro, e o Eterno o fez prosperar.

Ele fez grandes coisas sob e para sua terra e o Senhor em tudo o abençoava (2º Crônicas 26.6-15), mas o poder e a fama acabaram subindo a sua cabeça, sua arrogância e seu orgulho provocaram sua queda. Certo dia, já em rebeldia contra Deus, ele entrou no templo do Eterno como se fosse seu dono e queimou incenso no altar.

O sacerdote Azarias e mais oitenta sacerdotes tentaram impedi-lo, pois isso era missão e privilégio dos sacerdotes devidamente separados para a santa tarefa, mas ele já com o incensário na mão, ficou furioso com a interrupção e começou a xingar os sacerdotes.

Enquanto discutiam apareceu uma doença de pele na sua testa, a lepra, e assim que os sacerdotes viram, o tiraram daquele lugar e ele correu para fora porque reconheceu que a doença havia sido enviada por Deus. Essa doença acompanhou Uzias pelo resto da sua vida e ele precisou viver em isolamento, por causa da sua doença, a lepra, e não podia mais entrar no templo do Eterno.

Seu filho Jotão assumiu o governo da nação, sendo seu sucessor que permaneceu no reinado por dezesseis anos. Jotão tinha vinte e cinco anos quando assumiu o trono (2º Crônicas 27.8).

A morte de Uzias

Uzias morreu no ano 740 antes de Cristo e foi sepultado com seus antepassados na  Cidade de Davi, no campo ao lado do cemitério real. Por causa da sua doença, ele não pôde ser enterrado no cemitério dos reis.

Conclusão

Agora falando para a nossa geração: há um grande risco de baratearmos a graça! Baratear a graça é menosprezar o que Jesus fez por nós entregando-se na cruz do Calvário nos permitindo viver uma vida de pecado sob a desculpa de que “a graça nos sustentará e a misericórdia de Deus nos ajudará”, de fato, isso é verdade, pois se não fosse à graça e a misericórdia eu não sei o que seria de nós, mas para todos os que quiserem seguir a Jesus é necessário tomar uma cruz também e se submeter ao processo dolorido da transformação, não fazemos mais a nossa vontade, mas a vontade perfeita de Deus.

Uzias foi usado e se permitiu, mas por descuidos da vida se perdeu em si mesmo, no enganoso coração cheio de orgulho e soberba. Quantos de nós estamos nos perdendo em nós mesmos também, um dia usados para a glória e no outro dia querendo a própria glória, misericórdia!

Com Deus não se brinca e a glória pertence a Ele somente, portanto não barateie a graça vivendo da maneira que você quer, vigie para não se perder na caminhada e entregue seu enganoso coração nas mãos de Jesus para que cheio do Espírito Santo viva plenamente Nele e para Ele e não para as vontades carnais. Deus abençoe e te conceda vida.

Mais Vistos Nos Últimos Dias

Aprender a Bíblia? Veja Isso

Copyright© 2014-2018 | Projeto Gospel. Todos os direitos reservados

Quer Memorizar centenas de Versículos Bíblicos Com Facilidade?

Clique no Botão Laranja Abaixo e Cadastre Seu Email
para conhecer os detalhes desse Incrível método.