Início » Perguntas » Fazer Tatuagem é Pecado?

Fazer Tatuagem é Pecado?

A questão título desse artigo é polemica e divide opiniões. Há pessoas que defendem que tatuagem não deve ser feito por cristãos por ser considerado pecado, há outras pessoas que defendem que tatuagem pode ser feita liberalmente, pois não há nenhuma restrição segundo as orientações bíblicas.

Nesse artigo nós entenderemos o que a Bíblia, régua moral e ética de vida de todo cristão, diz a respeito, bem como reflexionaremos no caminho proposto.

Contudo, no ponto de vista teologicamente coerente, a resposta para a questão: “fazer tatuagem é pecado?”, É NÃO, não é pecado e é necessário desmistificar o conceito criado acerca desse tema e preconceitos criados diante “dos tatuados”.

fazer-tatuagem-é-pecado-?

Onde na Bíblia fala sobre Tatuagem

O único versículo bíblico que aborda o tema com clareza está na livro de Levítico no Antigo Testamento e diz: “Não fareis cortes no teu corpo como sinal de lamento pela morte de alguém, também não fareis nenhuma tatuagem. Eu Sou o Eterno” (19.28), porém, é necessário entender os contextos.

Nesse capítulo, Deus está falando a Moisés sobre leis morais, sociais e culturais que deveriam ser transmitas à comunidade dos filhos de Israel. Os termos ali foram usados no contexto da antiga aliança e hoje nós estamos no contexto na nova aliança, debaixo da graça.

Contudo, nem no período antigo há a “criminalização pecaminosa” da tatuagem, o texto é claro ao dizer que “não se deve marcar o corpo ou fazer tatuagem em lamento ou homenagem pela morte de alguém”, o problema não está na tatuagem em si, mas sim no significado dela, numa certa idolatria acerca da motivação do coração.

O problema de hoje também não é a tatuagem, mas a motivação do coração em relação a ela. No contexto da nova aliança, período da graça que estamos vivendo, todas as leis e “pecados” impostos no passado, não se resume apenas nos atos, mas nas motivações, olhem para o Novo Testamento e vejam Jesus dando um novo significado e quebrando tabus impostos pela religião, por exemplo, quando Ele diz …

“Ouvistes que foi dito aos antigos: Não mataras; mas quem assassinar estará sujeito a juízo. Eu, porém, vos digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a juízo. Também qualquer que disse a seu irmão: Racá, será levado ao tribunal. E qualquer que o chamar de idiota estará sujeito ao fogo do inferno. Assim sendo, se trouxeres a tua oferta ao altar e te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali mesmo diante do altar a tua oferta, e primeiro vai reconciliar-te com teu irmão, e depois volta e apresenta a tua oferta. Entra em acordo depressa com teu adversário, enquanto estás com ele a caminho do tribunal, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, o juiz te entregue ao carcereiro, e te joguem na cadeia. Com toda a certeza afirmo que de maneira alguma sairás dali, enquanto não pagares o último centavo” (Mateus 5.21-26)

Agora entendeu melhor o mistério? Tudo está ligado à motivação, os atos são sequencias do coração.

Não há o objetivo de apoiar que você que está lendo “saia por ai se tatuando”, mas há a recomendação para que em tudo você verifique a sua motivação, Deus conhece o coração (1 Samuel 16.7 / Romanos 8.27), sempre foi assim e sempre será assim, e não se engane, pode haver muitos tatuados mais cristãos do que outros muitos que não passam de religiosos, mas o julgamento cabe apenas a Deus.

Tatuagem, pontos para reflexão

Considere esses pontos para reflexão, levando em conta o que já foi exposto acima, você quer fazer uma tatuagem? Pense:

1 – Em que a sua tatuagem irá glorificar a Deus? Qual é o propósito dela, tendo em vista que as nossas vidas não existem por acaso.

2 – Se a resposta for que não há nenhum propósito na tatuagem, mas que você quer fazer simplesmente porque gosta, então, por favor, verifique bem o que será desenhado ou escrito na sua pele, levando em conta que muitas coisas não convêm e que há princípios cristãos valiosos que merecem a nossa atenção.

3 – Você orou, o Espírito Santo testifica ao coração. Se você orou e Ele te trouxe paz, siga bem em frente, mas se não o fez, faça antes de tudo. Orar é sempre necessário.

4 – Em que parte do seu corpo você desenhará? O lugar escolhido ficará a mostra ou induzirá você a mostrar propositalmente e poderá induzir o seu semelhante ao erro (terá cunho sexual)? Se for assim, reconsidere bem.

5 – Fazer uma tatuagem não impedirá que você sirva ao Reino através da sua vida? É evidente que não é pecado, mas e se um dia você precisar entrar num país pela causa do evangelho em que uma tatuagem for considerada algo errado?

6 – Há pessoas dentro da própria igreja que não aceitarão servir com alguém tatuado. A motivação delas por Deus será considerada. Mas será que não vale considerar se causará escândalo no outro? O amor exige maturidade e sempre vale a pena abrir mão de gostos para favorecer a unidade do corpo, isso se chama compromisso com o reino e responsabilidade. E claro, é necessário entender, que haverá pessoas que precisarão dos tatuados para caminhar junto, pois Deus na sua santa essência se apresentará diante da necessidade das pessoas e como elas O entenderão perfeitamente.

7 – Você não irá se arrepender depois? Lembre-se: é uma tatuagem, algo “permanente” no seu corpo.

8 – Nunca faça por rebeldia, nem tatuagem e nem nada na sua vida.

9 – Especialmente aos menores de idade: consulte seus pais. Para todos: pergunte a opinião dos seus pais, pastores, líderes, discipuladores… Deus usa pessoas para falar com a gente e nos ajudar em tudo.

10 – Seu corpo, você que é comprometido com Jesus, é santuário do Espírito Santo (1 Coríntios 6.19-20), cuide bem dele, literalmente.

E, sendo assim, tome em oração a melhor decisão.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.