Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada
Início » Histórias da Bíblia » História de Eliabe

História de Eliabe

Eliabe era um nome comum nos dias do “Antigo Testamento”, contudo destacaremos a seguir a história mais conhecida, por assim dizer, dentre todos os homens que tinham esse nome: o Eliabe, irmão do rei Davi.

O Eliabe que conversaremos hoje era o filho primogênito de Jessé e ele tinha ao menos oito irmãos/irmãs, entre os nomes conhecidos estão Abinadabe, Simeia, Natanael, Radai, Ozém, Davi (o caçula – 1º Samuel 11.13) e as irmãs Zeruia e Abigail (1º Crônicas 1.13-16).

historia-de-eliabe

Quem foi Eliabe

Segundo os dados históricos das Sagradas Escrituras, o Eliabe, filho de Jessé, teve uma filha chamada Abiail e essa gerou quatro filhos: Maalate, Jeús, Semarias e Zaão (2º Crônicas 11.18-19).

O Eliabe serviu ao exercito de Saul na luta contra os filisteus (1º Samuel 17.13), naquela guerra onde o Golias aparece e foi derrotado através da vida de Davi.

Eliabe: Rejeitado pelo Eterno…

Naqueles dias, o Eterno disse ao profeta Samuel que naquele momento Ele mesmo escolheria um rei segundo o seu coração para Israel (1º Samuel 13.14), sucedendo o rei Saul, e esse rei já estava entre os filhos de Jessé.

Certo dia o Senhor deu uma ordem ao Samuel: “Eis que eu te envio a casa de Jessé porque escolhi em deles para ser o novo rei”, contudo Samuel ficou atemorizado porque sabia que se o rei Saul, a quem o Senhor já havia rejeitado, descobrisse, certamente o mataria, mas o Eterno deu uma direção ao profeta:

“Levarás contigo um novilho e declararás que veio para sacrificar ao Senhor, convidarás Jessé para o sacrifício e Eu pessoalmente te indicarei como deverás proceder e a quem deverás ungir como rei” (1º Samuel 16.1-3).

O profeta fez como o Senhor havia orientado e logo quando Samuel colocou os olhos sobre Eliabe, disse consigo: “Deve ser este o homem que o Senhor quer ungir” (1º Samuel 16.6), entretanto o Senhor assegurou:

“Não te impressiones diante da aparência nem da estatura desse homem, pois Eu o rejeitei. Eis que Deus enxerga não como o ser humano vê, porquanto o homem julga e toma em elevada consideração à aparência, mas o Senhor sonda o coração” (1º Samuel 16.7).

Conclusão…

O versículo de 1º Samuel 16.7 é muito conhecido e consideravelmente citado pela expressão: “Deus conhece o coração”, mas o que mais impressiona dentre essa afirmação é que tanto Ele conhece que estava rejeitando “o coração” de Eliabe.

Sobre o caráter de Eliabe e as suas motivações, certamente estavam em desacordo com o caminho do Eterno, apesar de exteriormente admirável.

O capitulo seguinte do citado acima comenta que o Eliabe ficou irritado com Davi e o tratou com desdém (1º Samuel 17.28), isso pode denunciar prepotência e arrogância com quem ele considerava inferior, sentimentos e motivações esses que não agradam ao Senhor.

Portanto, fazendo um paralelo entre o mais velho e o caçula de Jessé, um obteve a rejeição do Eterno e o outro apesar das suas falhas era segundo o seu coração (Atos 13.22), mostra que Ele está mais interessado no coração humano e no que dele parte do que sacrifícios e aparências.

Tudo está exposto diante Dele, nada fica em oculto, por isso sonde o seu coração e conserte o que for necessário diante Dele.

Para reflexão final um salmo de Davi: 139.