Início » Significados Bíblicos » O que Significa Dicotomia?

O que Significa Dicotomia?

Nesse artigo vamos entender um pouco sobre o que significa Dicotomia e todos os detalhes sobre essa palavra.

o-que-significa-dicotomia

Significado de Dicotomia

Dicotomia parte da ideia de duas coisas que são distintas, até mesmo opostas, mas fazem parte de um mesmo elemento.

Vamos exemplificar: A lua cheia e a lua nova. O mesmo elemento é a lua, mas a cheia é distinta da nova, basicamente ao olho nu nota-se a diferença, pois uma é bem pequena, aparece apenas uma parte da lua e a outra é bem grande, deixando a lua bem redonda.

Exemplo de Dicotomia

Outro exemplo: O dia, exatamente aquele formado por 24 horas. Nele há o sol e a lua, o dia propriamente dito e a noite, claridade e escuridão. Fazem parte de um mesmo elemento, porém são distintos.

Na teologia, a ideia da dicotomia e os que defendem esse caminho parte do mesmo principio, mas olhando para a vida humana. Entende-se que o ser humano é formado e resume-se em duas partes num mesmo elemento, ou seja, no corpo há o físico e a alma, uma substância material e uma substância imaterial.

Dando base a Dicotomia

Baseado em Gênesis, primeiro livro do cânon bíblico, lemos: “Então o Senhor modelou o ser humano do pó da terra, feito de argila, e soprou em suas narinas o fôlego da vida, e o homem se tornou um ser vivente” (2.7). Sendo assim e a partir daí, o ser humano foi criado corpo físico (feito de argila) e com alma (soprou a vida).

Entende-se que assim ele vive, e habitado pelo Espírito Santo, quando nascido de novo nos termos bíblicos, ele permanece organizado dessas duas partes em sua essência e quando morre o corpo físico volta para a terra e a alma volta para Deus: “o pó retorne a terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o concedeu” (Eclesiastes 12.7).

Nos termos bíblicos entende-se ainda que a vida não termina quando a morte do corpo físico morre, mas pensando na parábola do Rico e do Lázaro (Lucas 16.19-31), há descanso e salvação eterna para os salvos em Jesus e condenação eterna para os incrédulos.

Principio Dicotômico

Nesse principio dicotômico, para os filhos de Deus, os que receberam Jesus (João 1.12), o corpo é enterrado e a alma (ou em alguns casos traduzido como espírito) volta e permanece descansando segura em Deus na esperança da ressurreição, aguardando o soar da trombeta para que levantem e encontrem de vez com Jesus nos ares com corpos glorificados e definitivamente transformados para viverem com Ele para sempre (1ª Tessalonicenses 4.13-17).

O incrédulo viverá um processo semelhante, mas para receber a condenação e separação eterna no dia do Juízo Final (Apocalipse 20.11-15).

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.

Redes Sociais