Início » Histórias da Bíblia » História de Nabote

História de Nabote

ATENÇÃO - Sempre desejou aprofundar seus conhecimentos em Teologia? Programa Teologia Para TODOS Inscrições Abertas

A história de Nabote retrata a malignidade humana a partir do espaço que o pecado tem em cada coração. Na verdade, em todo o cenário em que Deus não reina e o pecado está assentado no trono, se torna um cenário de profundo caos.

O Nabote foi mais uma vitima da malignidade do coração humano na forma de inveja, malandragem, hipocrisia, deslealdade, mentira, covardia e morte.

história-de-nabote

Quem foi Nabote?

A sua história é brevemente registrada no capítulo vinte e um de 1º Reis no Antigo Testamento Bíblico.

O Nabote tinha uma boa plantação de uvas em Jezreel, ao lado do palácio do rei Acabe, de Samaria.

A sua vinha era tão vistosa que atraiu os olhares do rei que solicitou a Nabote que cedesse para ele para que fosse transformado em horta e em troca ele forneceria uma vinha muito melhor ou se ele preferisse poderia pagar em dinheiro. Uma das justificativas que o rei Acabe usou para tentar convencê-lo era que a vinha estava localizada bem ao lado do palácio real.

Todavia o Nabote se negou, segundo as Escrituras, nos seguintes termos: “Deus me livre de te entregar a herança dos meus pais”. Segundo as tradições na época, por ser herança, Nabote não poderia abrir mão de sua vinha. Diante da recusa o Acabe entrou num estado depressivo, não querendo sequer alimentar-se.

Jezabel, esposa de Acabe, observando como seu esposo estava, perguntou-lhe o que havia acontecido e ao ter noticias, ela mesma resolveu tomar as terras de Nabote tramando um plano para matá-lo.

A morte de Nabote

Jezabel escreveu uma carta em nome de Acabe e enviou aos anciãos e nobres que habitavam com Nabote em sua cidade. A ordem era que proclamassem um jejum geral e fazerem com que Nabote assenta-se entre os primeiros do povo, em seguida era para fazer comparecer diante dele dois homens inescrupulosos que o acusassem de ter amaldiçoado a Deus e ao rei, por conta disso, deveriam levá-lo para fora e apedrejá-lo até a morte. Eles fizeram tudo o que Jezabel havia tramado e Nabote morreu vítima desse ódio vingativo. Quando avisaram a Jezabel que seu plano estava cumprido, ela avisou o Acabe que tomou posse da vinha pretendida.

O Desfecho da História

O rei Acabe era mau com uma personalidade fraca, Jezabel era má com temperamento forte, os anciãos (lideres) também eram malignos, sem caráter ou personalidade e Nabote um homem justo.

Às vezes os justos padecem nas mãos dos pecadores, mas isso não significa que Deus está indiferente a todas essas situações, no caso de Nabote, Ele não permaneceu indiferente, mas enviou o profeta Elias para falar com o Acabe e trazer-lhe juízo sobre tudo o que havia acontecido (1º Reis 21.17-29). A ideia não é castigo, a ideia é que para cada ato existe uma consequência, seja ela boa ou ruim, e isso não muda a divindade e o caráter de Deus, pelo contrário, só O engrandece.

Não clame simplesmente por justiça se você é injustiçado, clame por misericórdia! Deus não está indiferente a nenhuma situação e Ele sabe como fazer todas as coisas e cabe tudo a Ele, apenas confie e descanse. Na nova aliança, tempo que estamos vivendo, o amor vem sobre a justiça.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.