Início » Estudo Bíblico » A Vinha de Nabote

A Vinha de Nabote

A história da vinha de uvas da Nabote é contada no Antigo Testamento do cânon bíblico. A referência é 1º Reis 21. Em volta dessa história há personagens conhecidos como Nabote, o rei Acabe, Jezabel e o profeta Elias.

a-vinha-de-nabote

Estudo sobre a Vinha de Nabote

O Nabote tinha uma boa vinha de uvas localizada ao lado do palácio do rei Acabe. A vinha era admirável e acabou chamando a atenção do rei que solicitou:

“Cede-me a tua vinha, para que eu a transforme em horta, já que ela está situada junto ao meu palácio, em troca te darei uma vinha ainda melhor, ou, se preferir, pagarei em dinheiro o seu valor” (1º Reis 21.2).

Todavia o Nabote se recusou por ser uma herança dos seus pais. O Acabe ficou depressivo por tal recusa ao ponto de sua esposa Jezabel notar que ele sequer queria alimentar-se e questionar o que havia acontecido. Acabe repartiu os fatos com ela.

Sendo assim, Jezabel tramou um plano para tomar a força a vinha de Nabote, ela escreveu cartas em nome do rei, selou com os selos reais e enviou aos anciãos e aos nobres que habitavam com Nabote na sua cidade.

As cartas escritas por Jezabel diziam: “Proclamai um jejum geral e fazei Nabote sentar-se entre os primeiros do povo. Fazei comparecer diante dele dois homens inescrupulosos que o acusem deste modo: ‘Tu amaldiçoaste a Deus e ao rei’. Em seguida, levai-o para fora e apedrejai-o até a morte!” (1º Reis 21.9-10). E tudo quanto Jezabel tramou, aconteceu.

1 reis 21 Estudo

Após esses acontecimentos, Jezabel informou o seu marido sobre o falecimento de Nabote, exortando-o: “Levanta-se homem e toma possa da vinha de Nabote, o jezreelita, a qual ele recusou te entregar, porque Nabote já não vive, mas está morto!” (1º Reis 21.15). Em seguida Acabe dirigiu-se e tomou posse da vinha de Nabote.

Em seguida a Palavra do Senhor veio ao profeta Elias, pedindo que ele fosse até onde estava o Acabe e lhe entregasse uma dura palavra, pois “ele assassinaste o seu semelhante e ainda teve a impiedade de se apossar de sua propriedade, eis então que o Eterno trará desgraça sobre ele”. O Elias foi e o Acabe, ao ouvir as palavras do profeta, rasgou as suas vestes e se humilhou perante o Senhor. Diante da reação, o Senhor disse: “Considerando, pois, que ele tem sido humilde em seu proceder diário (a partir de então), não mais trarei desgraça que prometi sobre ele, agora, durante a sua vida e reinado, mas a trarei durante o império do seu filho” (1º Reis 21.29).

As lições da “vinha de Nabote”

Essa história nos mostra claramente alguns pontos do que o ser humano é capaz de fazer e experimentar com Deus e sem Deus. Só em Deus é possível ter uma vida em santidade e sem Ele o pecado domina e as atitudes são condenáveis.

O engano, a malicia, a malandragem, a hipocrisia, a deslealdade, a covardia e a omissão eram nitidamente presentes ali. O Acabe era mau com uma personalidade fraca e muitas vezes omissa. A Jezabel usava de toda a sua sedução para ludibriar a todos e conseguir tudo o que queria conforme os seus maus desejos. Os anciãos eram malignos.

Em contrapartida, o Nabote considerou à Deus, pois segundo as leis mosaicas na época, eram proibida a venda de direitos herdados, independente de quem estava solicitando-o e o Elias tinha uma mensagem para ser entregue e dela ele não abriu mão.

Só existem dois caminhos, segundo as palavras do Eterno ao seu povo:

Eis que hoje estou colocando diante de ti a vida e a felicidade perenes, ou a morte, destruição e infelicidade! Portanto, hoje te ordeno que ames a Deus, o Senhor teu Deus, andando em seus santos caminhos e guardando todos os seus mandamentos, decretos e ordenanças; assim tereis vida plena e muito cresceras em número, e o Eterno, teu Deus, te abençoará na terra em que estas entrando a fim de tomares posse dela.

Contudo, se o teu coração se desviar e não ouvires, e te deixares seduzir e te prostrares em culto diante de outros deuses, e os servires, Eu vos declaro neste momento solene: é certo que serão destruído e perecerás! Não prolongarás teus dias sobre a face da terra em que, ao atravessar o Jordão, estas entrando para dela tomar posse.

Hoje invoco o céu e a terra como testemunhas contra ti, de que apresentei claramente diante de ti os caminhos de vida e de morte, a benção e a maldição. Escolhe, pois, o caminho da vida, para que viva plenamente, tu e a tu descendência – Deuteronômio 30.15-19.

E assim é nos nossos dias, para isso devemos escolher a quem queremos seguir e quem queremos deixar-nos moldar.

Escolha a Deus, o caminho é estreito, mas a recompensa é grande. Se optar pelo caminho mais fácil, o desfecho será sofrível (Mateus 7.13-14). Dê lugar no seu coração para a Palavra de Deus e não aos desejos pecaminosos, ao contrário, vença-os na força d’Ele.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.