Início » Estudo Bíblico » Estudo sobre Ebenézer

Estudo sobre Ebenézer

ATENÇÃO - Sempre desejou aprofundar seus conhecimentos em Teologia? Programa Teologia Para TODOS Inscrições Abertas

A expressão: “Ebenézer, até aqui nos ajudou o Senhor”, aparece em um dos contextos do profeta Samuel, nos primeiros capítulos do primeiro livro que leva o seu nome no Antigo Testamento do cânon bíblico.

estudo-sobre-ebenézer

O Significado de Ebenézer

Ebenézer vem da expressão hebraica Éven-Haézer, que significa “Rocha de Socorro” ou “Pedra de Ajuda”.

A frase “até aqui nos ajudou o Senhor”, portanto, não é o significado literal da palavra, mas uma preciosa declaração feita pelo profeta Samuel em conjunto após uma vitória dos israelitas sobre os filisteus, vitória essa providencial da parte de Deus.

Então nesse momento, uma pedra foi erguida entre Mispá e Sem; e deu-lhe o nome de Éven-Haézer, Ebenézer, que significa “Rocha do Socorro”, querendo dizer: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1º Samuel 7.12).

A derrota de Israel

Antes da declaração “Ebenézer” do profeta Samuel, o livro nos conta que Israel havia saído para guerrear contra os filisteus e acamparam justamente nas proximidades de uma cidade chama Ebenézer (1º Samuel 4.1) e nessa ocasião, Israel foi derrotada pelos filisteus.

A Arca do Senhor entre os filisteus

Após esses acontecimentos, a Arca do Senhor havia sido buscada e trazida para o campo onde estava os israelitas e esses davam extraordinários brados entre eles, e quando os filisteus souberam de tudo partiram em luta contra Israel e mais uma vez os israelitas acabaram vencidos, tendo os inimigos se apossados da Arca de Deus.

A tragédia entre os filisteus

Os filisteus depositaram a Arca no templo que eles dedicaram ao deus Dagom, ao lado de sua estatua, contudo no dia seguinte a esse fato, a imagem de Dagom estava de cara no chão, exatamente na frente da Arca do Senhor. Eles voltaram a estatua no lugar, mas no dia seguinte novamente a estatua de Dagom havia caído. Na mitologia, Dagom era tido como o irmão do deus El e o pai de Baal.

A Arca da Aliança foi colocada ao lado da imagem de Dagom como um exemplo de humilhação ao Deus de Israel, mas Dagom foi derrubado para uma posição que indicava reverencia e prostração diante da Arca de Deus.

Passados esses acontecimentos, o Senhor pesou sua mão trazendo destruição sobre eles e afligindo-os com pestes e tumores diversos (1º Samuel 5.6).

A Arca de volta a Israel

Depois de um tempo a Arca da Aliança foi devolvida a Israel – “Desde o dia em que a Arca do Senhor foi instalada em Quiriate-Jearim, um logo tempo se passou; foram vinte anos. E todo o povo de Israel clamava e buscava o Senhor por meio de suas súplicas” (1º Samuel 7.2).

E Samuel declarava para eles: “Se é de todo o vosso coração que desejais voltar-vos para o Eterno, tirai imediatamente do meio de vós os deuses pagãos, estrangeiros e todas as imagens da deusa Astarote! Dedicai inteiramente o vosso coração ao Senhor e adorai somente a Ele. Então Ele vos livrará da mão dos filisteus” (1º Samuel 7.3). Ao que tudo indica os israelitas também estavam “distantes” do Eterno.

Israel numa nova postura

As Sagradas Escrituras nos contam que logo em seguida todos os israelitas jogaram fora suas imagens idolatras e passaram a reverenciar exclusivamente a Deus, bem como se reuniram em Mispá e confessaram: “Pecamos contra o Senhor” (1º Samuel 1.6). E foi ali que Samuel passou a julgar e governar todo o povo de Israel.

A vitória de Israel sobre os filisteus

Quando os filisteus souberam que os israelitas estavam reunidos, os lideres e príncipes do povo filisteu, subiram com o objetivo de atacar Israel novamente, sabendo disso os israelitas ficaram com medo e rogaram a Samuel: “Não cesses de invocar o Nome do Senhor, nosso Deus, para que Ele nos salve das mãos dos filisteus” (1º Samuel 7.8).

E Samuel ofereceu um sacrifício a Deus e Ele ouviu a sua oração. Enquanto Samuel estava queimando completamente o sacrifício que oferecia a Deus, os filisteus atacaram Israel, mas, naquele dia, o Senhor trovejou com fortíssimo estrondo contra o exercito filisteu, colocou todos os soldados em pânico e eles foram derrotados por Israel.

As forças militares de Israel saíram de Mispá e perseguiram os filisteus até certa região localizada abaixo de Bete-Car, exterminando-os pelo caminho.

Ebenézer, até aqui nos ajudou o Senhor!

Diante desses fatos, Samuel mandou que uma pedra fosse erguida entre Mispá e Sem; e deu-lhe o nome de Éven-Haézer, Ebenézer, que significa “Rocha do Socorro”, querendo dizer: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1º Samuel 7.12).

Desse modo os filisteus foram derrotados, e o Senhor Deus não permitiu que eles invadissem as terras de Israel durante todo o tempo que Samuel viveu.

As cidades antes conquistadas pelos inimigos foram devolvidas ao povo de Israel, bem como conseguiram libertar das mãos dos filisteus os territórios vizinhos.

E Samuel continuou julgando e liderando Israel todos os dias de sua vida (1º Samuel 7.15).

Ebenézer

É interessante perceber que a declaração feita por Samuel após a vitória contra os filisteus é o nome da mesma cidade ligada à derrota anterior. Pode-se entender, entre tantos, que ao olhar para a pedra erguida, o povo deveria se lembrar dos maus dias do passado e assim não se esquecesse que foi a mão do Senhor quem os ajudou com graça e misericórdia naquele momento.

Infelizmente, muitas vezes, o esquecimento da bondade e providência de Deus é corriqueiro, mas em todos os tempos, o povo de Deus é convidado a não esquecer que tudo o que tem, é ou vier a ser vem Dele mesmo, e o que não tem, o que não é e o que não vier a ser também vem Dele. Tudo é porque Ele ajuda e permite.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.