Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada

Início » Significados Bíblicos » O que Significa “Seio de Abraão”

O que Significa “Seio de Abraão”

Há muitos anos quando uma pessoa da comunidade cristã passa a “dormir no Senhor”, o pastor responsável envia uma mensagem aos demais membros informando assim: “É com profunda tristeza que venho informa-los o falecimento do(a) querido(a) irmão ‘x’. Seu velório acontecerá ‘tal hora’ seguido do culto de agradecimento por sua vida e sepultamento. Agora, o irmão ‘x’ descansa do Senhor aguardando a ressurreição”.

O termo usado foi “adormecer no Senhor”, uma metáfora a “morte do cristão” e está baseado na colocação do apóstolo Paulo na primeira carta aos Tessalonicenses 4.13:

“Não desejamos, no entanto, irmãos, que sejais ignorantes em relação aos que já dormem no Senhor, para que não vos entristeçais como os outros que não possuem a mesma esperança”.

A morte não é o fim de tudo. A morte, no aspecto de termino e separação de Deus não alcança aqueles que estão salvos em Jesus, que um dia, em vida na terra, receberam e reconheceram a Cristo como Senhor e Salvador, a partir desse momento eles passaram a ser habitados pelo Espírito Santo e numa vida Nele, selados que estão e permanecem, garantem a ressurreição e vida eterna.

A vida do cristão jamais se perde ou escapa do cuidado fraterno e fiel de Deus, e mesmo quando esse experimenta a “morte física”, “sua alma não fica vagando para todos os lados”, pelo contrário, ele é conduzido ao lugar de descanso e profunda segurança diante de Deus aguardando a ressurreição e restauração completa unido ao arrebatamento dos que estiverem vivos para assim receber seu galardão eterno e morar na casa que está preparada, a vida eterna no céu…

“porquanto, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, da mesma maneira devemos crer que Deus, por intermédio de Jesus, trará juntamente com Ele os que nele faleceram, afirmamos a todos vós, pela Palavra do Senhor, que nós, os que estivermos vivos quando se der o retorno do Senhor, certamente não precederemos os que dormem nele, pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro.

Logo em seguida, nós, os que estivermos vivos sobre a terra, seremos arrebatados como eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E, assim, estaremos com Cristo para sempre” (1ª Tessalonicenses 4.14.17).

seio-de-abraao

O Seio de Abraão

O termo “Seio de Abraão” foi usado por Jesus ao contar uma parábola e podemos vê-la no evangelho segundo Lucas 16.19-31. A parábola nos conta que havia dois homens, um rico que usufruía de todas as regalias que as riquezas terrenas podem oferecer e o outro era um mendigo, doente, e que comia das migalhas que porventura viessem a cair da mesa. Veja a parábola do rico e lazaro.

A salvação ou condenação não estavam nas condições de vida de cada um deles, mas no estado do coração de ambos. Ali os dois homens experimentaram a morte, o rico foi para o “Hades – onde estava em tormenta” e Lázaro foi conduzido ao “Seio de Abraão”.

Nesse momento da história Jesus não estava entrando em questões complexas e muito menos tinha a intensão de confundir aos seus ouvintes, no Reino simples do Rei simples, a mensagem estava sendo a mesma: salvação ou condenação, galardão, esperança e consolo.

Estar no “Seio de Abraão” é a condição de “estar junto a alguém”, “posição junto ao…”, essa frase aparece uma vez no Novo Testamento e não é uma colocação costumeiramente usada no restante da Bíblia.

No tempo de Jesus, assim foi na última ceia junto aos discípulos, quando pessoas sentavam à mesa, eles não se sentavam em cadeiras, eles se colocavam sobre travesseiros (ou espécies de almofadas – algo parecido), e essa posição permita que elas pudessem se inclinar e descansar a sua cabeça sobre o peito da pessoa que estava ao seu lado.

Há a ideia de que sentado à mesa com alguém, quem sentava ao lado, estava no seio da pessoa. O contexto era de pessoas inclinadas podendo descansar sobre o ombro ou sobre o peito.

Estar no “Seio de Abraão” é estar no lugar de repouso (o verdadeiro Shabbãth) descanso e refrigério em Deus e é ali para onde vão todos os justos após a morte na terra e ficam aguardando o tão esperado “Dia do Senhor”. É mais do que um lugar.

É uma condição divina que ninguém consegue dimensionar e nenhum dinheiro no mundo pode pagar. Só Jesus pôde e pagou com seu sangue dando-nos o direito de ir um dia para esse lugar de descanso, refrigério e segurança.

Considerações Finais

Nisto também conhecemos o amor de Deus que sendo dono da história resolveu não escondê-la, mas fez questão de revelar aos seus amados para que entendam e anunciem as coisas que aconteceram ou estão por vir. Essa revelação, “Seio de Abraão”, é mais um cuidado d’Ele que vem carregado de esperança e consolo para os “seus filhos amados”.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.

Recomendação da Semana