Início » Estudo Bíblico » Estudo Sobre Obediência

Estudo Sobre Obediência

Veja aqui um Estudo sobre Obediência completo. A obediência parte da ideia de “submeter-se a alguém”. A seguir vamos conversar sobre a ideia, portanto, de se submeter a Deus, se submeter aos pais e se submeter as autoridades constituídas.

estudo-sobre-obediência

Obediência a Deus

É melhor conhecermos a Deus da maneira como Ele deseja ser conhecido e não simplesmente como imaginamos que Ele seja. Muitas vezes temos uma visão errada de Deus e nem sempre é por culpa própria, muitas vezes fomos ensinados errados sobre Ele.

Por vezes imaginamos um Deus distante quando Ele na verdade é presente ou um Deus punitivo diante do nosso erro quando na verdade Ele ofereceu e continua oferecendo abundante graça para todos os que olham para Jesus.

É necessário quebrar paradigmas e abrir mão de preconceitos que só nos afastam Dele quando a Sua intensão é sempre se aproximar de nós. Deus é relacional.

Ele também é amor e no amor não tem obrigação, no amor tem voluntaria generosidade em dar-se e receber. Ele se deu e deu tudo voluntariamente por todos nós e deseja tudo de nós, porém com liberalidade de coração.

A obediência a Deus está baseada no amor e não na obrigação interesseira ou medrosa. Nós não obedecemos a Deus por medo, mas O obedecemos porque confiamos na Sua Palavra e sabemos que Ele só quer o melhor para nós.

A obediência a Deus está baseada na voluntariedade de seguir o Seu caminho e não no medo (como comentado anteriormente) de ser lançado no inferno caso não O siga.

Deus não castiga ninguém, o sofrimento presente ou vindouro da humanidade é resultado do pecado que voluntariamente o ser humano deu espaço e pratica, e não resultado da ira de Deus sobre uma sua criação amada. Deus não quer escravo, Deus quer amigos e filhos.

Certo dia Jesus estava com os seus discípulos e fez, à mesa, a seguinte declaração:

“Aquele que tem os meus mandamentos e obedece a eles, esse é o que me ama, e aquele que me ama será amado por meu Pai, e Eu também o amarei e me revelarei a ele” (João 14.21).

Não é possível amar e não obedecer, mas é justamente porque alguém ama a Ele que leva em conta o que Ele pensa e orienta. É porque amamos a Ele que obedecemos e assim vivemos a cada dia mais perto Dele. É porque o amamos que seguimos os seus passos respondendo ao “SE quiseres vir após mim”, apesar do preço da renuncia (Mateus 16.24).

Obedecemos porque é melhor obedecer do que viver na ideia insuportável de estar longe Dele. O amor está associado à obediência e vice-versa porque quem ama agrada e não deseja desapontar.

A obediência a Deus nos dará um futuro de alegria e paz simplesmente porque seus conselhos são bons. A desobediência leva a ruína simplesmente porque tudo o que não vem Dele não deve ser aderido por nós.

Versículos sobre Obediência

Obediência aos Pais

Há recomendação é essa: “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, porquanto isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, este é o primeiro mandamento com promessa, para que vivas bem e tenhas vida longa sobre a terra.

E vós, pais, não provoqueis a ira dos vossos filhos, mas educai-os de acordo com a disciplina e o conselho do Senhor” (Efésios 6.1-4). O mandamento é esse: “Honra teu pai e tua mãe, a fim que venhas a ter vida longa na terra que o Eterno, teu Deus, te dá” (Êxodo 20.12).

É bem verdade que há muitos pais que não ajudam e que não carregam princípios bíblicos que abençoam a vida dos filhos. Assim como a obediência às autoridades deve estar submetida primeiramente a obediência a Deus (aos seus caminhos), a obediência aos pais deve ter esses critérios.

No princípio bíblico, os pais devem representar o amor e cuidado de Deus na vida dos seus filhos e com tanto carinho obedecer se torna voluntariamente agradável, mesmo quando brotasse no coração a ideia de independência. Os pais são aconselhados também, pois devem evitar o constrangimento, maus tratos e injustiça com os filhos.

A promessa desse relacionamento respeitoso e sadio está em possuir as promessas que Deus garantiu ao seu povo. 

Obediência às Autoridades

Desde pequenos nós somos ensinados a nos submeter às autoridades de Estado constituídas. No nosso país temos a Constituição Federal estabelecida no final da década de oitenta (salvo suas emendas até os dias atuais) que desde então garantem os direitos e pontuam os deveres de todo o cidadão.

Somos ensinados a cumprir rigorosamente as leis, tendo em vista que o descumprimento delas acarretam punições. A violação da lei traz condenação de alguma espécie. A maioria das leis existentes são dignas de crédito e carregam valores morais respeitáveis.

Hoje, infelizmente, num rumo de aversão à Palavra de Deus, muitas vezes as leis  que estão sendo estabelecidas não correspondem na totalidade com a cristã.

Independente de argumentos contrários se faz necessário deixar registrado que a Bíblia recomenda a obediência das leis de estado, contudo ainda mais que isso, incentiva que o cristão deve viver de maneira digna e honrosa testemunhando bem a fé que professa:

“Todos devem sujeitar-se às autoridades superiores; porquanto, não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Ele. Portanto, quem se recusa a submeter-se à autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos”. (Romanos 13.1-2).

É importante frisar, como comentado acima, que infelizmente muitas vezes as leis não correspondem com as orientações do Eterno e por isso frisamos também que a obediência a qualquer autoridade jamais pode violar a Palavra de Deus:

E, depois de trazê-los, os apresentaram ao Sinédrio. E o sumo sacerdote os interrogou: Não vos ordenamos expressamente que não pregásseis esse Nome? Contudo, enchestes Jerusalém dessa vossa doutrina e quereis lançar sobre nós a culpa pelo sangue desse homem? Ao que Pedro e os demais apóstolos afirmaram: É necessário que primeiro obedeçamos a Deus, depois às autoridades humanas (Atos 5.27-29).

Por exemplo, num país onde há perseguição religiosa, os cristãos devem tomar os devidos cuidados, mas não devem negar a sua fé simplesmente porque as leis assim determinam.

Os cristãos, no quesito obediência, também devem ser os primeiros a honrarem a Deus com seus recursos, bem como devolver ao estado aquilo que lhes são cobrados: “Responderam-lhe: De César! Então, lhes afirmou: Portanto, dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus” (Mateus 22.21).

A benção do Obedecer

Só pode mandar quem primeiramente sabe obedecer, pois para isso tem de ter moral e integridade primeiramente diante do Pai que tudo vê.

Por sua vez, obedecer aos princípios que vem do Alto resultará em bênçãos para a sua vida e família, pois assim como o pecado traz suas duras consequências, submeter-se a Deus traz consigo as suas promessas.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.