Início » Significados Bíblicos » Temor a Deus

Temor a Deus

ATENÇÃO - Sempre desejou aprofundar seus conhecimentos em Teologia? Programa Teologia Para TODOS Inscrições Abertas

Na extensão do significado da palavra temor está a definição: “sentimento de profundo respeito e obediência”, mas quando se trata de “temor de Deus”, qual é o real significado?

temor-de-Deus

Significado de temor de Deus

Já que a extensão do significado de temor é “respeito e obediência, nos apeguemos a essa definição para entender que temor de Deus está na ideia de respeito e obediência a Deus e tudo o que essa condição e posição humana representa. Parte do principio de levar em conta tudo o que Deus diz através da Sua Palavra, mas não apenas considerar, mas praticar.

A sabedoria de temer a Deus

O Salomão escreveu assim: “O temor do Senhor é o principio da sabedoria…” (Provérbios 9.10) e o que ele está indicando com essa declaração?

A Palavra de Deus não tem o objetivo de condenar ninguém, uma possível futura condenação virá pela desobediência, mas ao contrário disso, a Palavra de Deus tem o objetivo de proteger a todos àqueles que a acolherem e considerando, segui-la.

O temor se torna sabedoria, pois na prática o respeito e a obediência à Sua Palavra, livrará o ser humano de trágicas consequências.

A prática do temor a Deus

Por exemplo, o apostolo Paulo afirma aos Gálatas: “Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatrias e feitiçarias; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e tudo quanto se pareça com essas perversidades…” (5.19-21), sendo assim, levar em conta essas palavras e não praticá-las, respeitando e obedecendo as orientações, evitará terríveis consequências vindouras. A Palavra protege.

O apostolo também diz: “Entretanto, o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio” (Gálatas 5.22-23). Buscar no Espírito viver assim, em santidade, trará benefícios no presente e no futuro, para você, sua família, amigos, colegas, igreja, etc. Por isso o temor de Deus, respeito e obediência, levar em conta TODA a Palavra, é tão benéfico.

O amor e o temor

O apóstolo João declarou: “No amor não existe receio; antes, o perfeito amor lança fora todo medo. Ora, o medo pressupõe punição e aquele que teme não está aperfeiçoado no amor” (1º João 4.18). Aqui o temor está ligado ao medo, outra definição, que na ideia do “temor de Deus”, não se encaixa.

Muitas vezes o amor está associado ao “pode tudo”, mas quem ama também diz “não” para preservar e cuidar. O amor de Deus não está ligado à libertinagem, mas a liberdade, ou seja, não viver a vida como bem entender, mas viver uma liberdade Nele. Quando conhecemos a Deus não temos medo, mas temos temor, a saber: respeito e obediência. Ele é considerado.

O temor na maioria das versões, nesse versículo, está ligado ao medo, uma das suas interpretações, mas como o mesmo versículo diz: o amor e o medo não combinam. Deus é amor e quando se fala de temê-lo, a ideia bíblica é respeitar e obedecer, não ter medo. Deus não quer que ninguém tenha medo Dele.

Temer a Deus é o melhor conselho para hoje.

Miguel Leme

Criador do Projeto Gospel, desenvolveu o projeto para levar a palavra de Deus ao máximo de pessoas possível, através da Internet. Juntamente com alguns colaboradores traz “estudos, sermões, histórias, significados entre outras categorias relacionadas”.