Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada
Início » Significados Bíblicos » Significado de Apostasia

Significado de Apostasia

“Não vos deixe enganar de forma alguma, por ninguém. Porquanto, antes daquele Dia virá à apostasia e, então, será revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição” – 2 Tessalonicenses 2.3.

As palavras mencionadas acima são de autoria do apóstolo Paulo, que de perseguidor de cristãos tornou-se fiel a Jesus perseguido por causa de sua fé em Deus (Atos 9.20-31).

Aos Tessalonicenses, Paulo afirma novamente que a segunda vinda de Jesus para buscar os salvos é algo digno de toda credibilidade, contudo antes que Aquele Dia maravilhoso e esperado aconteça muitos sinais devem preceder, entre os sinais está à apostasia.

significado-de-apostasia

O que é Apostasia?

A apostasia está literalmente associada à rebelião, termo que significa rebelião contra Deus e tudo o que procede de Deus, tomando uma postura de negar as verdades fundamentais e imutáveis do evangelho manipulando-a ou realmente negando-a por completo. Abrindo mão da fé no Deus Trino e de tudo que procede Dele.

A apostasia pode ser encontrada na bíblia no livro (2 Tessalonicenses, 2:3) Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição.

O Que é Idolatria?

Os Apostatas

Os apostatas conhecem a verdade, mas a rejeitam, distorcem, negam e preferem acreditar em suas próprias teorias disseminando a mentira e conduzindo pessoas, a começar de si próprias, ao erro e ao distanciamento de Deus. Muitos usam teses bem fundamentadas até mesmo buscando base na Palavra de Deus, distorcendo-as, com o objetivo de confundir, induzir ao erro e atrair adeptos seguidores.

Ao logo da história muitos apostatas aparecerão e muitos outros negarão ou negociarão a fé no evangelho, mas no fim aparecerá o maior de todos os apostatas, o filho da perdição.

Conselho para não praticar a Apostasia

“Eu te encorajo solenemente, na presença de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, por ocasião da sua manifestação pessoal e mediante seu Reino: Prega a Palavra, insiste em tempo e fora de tempo, aconselha, repreende, encoraja com toda paciência e sã doutrina. Porquanto, chegará o tempo em que não suportarão o santo ensino, ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, reunirão mestres para si mesmos, de acordo com suas próprias verdades. Tais pessoas se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Tu, no entanto, sê equilibrado em tudo, suporta os sofrimentos, faze a obra de um evangelista e cumpre teu ministério”.

Palavras inspiradas pelo Espírito Santo escritas pelo apóstolo Paulo em 2 Timóteo 4.1-5. Não deve haver nenhum tipo de intimidação diante de qualquer apostasia velada ou escancarada, pois “se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Romanos 8.31).

Acréscimo…

Para base de esclarecimentos, o filho da perdição mencionado no versículo escrito por Paulo aos Tessalonicenses é a mesma figura mencionada pelo apóstolo João em Apocalipse 13 quando cita “a besta que surgiu do mar e a besta que surgiu da terra”, ditadores na área politica-administrativa e religiosa que surgiram no período da tribulação e que posteriormente serão derrotados por Jesus sendo lançados no lago de fogo e enxofre, condenados definitivamente (Apocalipse 19.20-21).

[Total: 2    Média: 5/5]

Adicionar comentário

Aprender a Bíblia? Veja Isso

GRATUITO