Projeto Gospel - Tudo sobre a Bíblia Sagrada
Início » Significados Bíblicos » O que é Submissão? Significado de Submissão

O que é Submissão? Significado de Submissão

Conversar sobre “submissão” para muitas pessoas pode parecer um tanto quanto inadequado já que vivemos num mundo “pós-moderno”. As justificativas contrárias a essas conversas são sempre as mesmas:

Como podemos pontuar um assunto como esse numa época marcada pelas verdades individuais e defesa do poder pessoal absoluto na sociedade?

Contudo, falar sobre “submissão” é simplesmente negar a si mesmo ou é colocar-se no lugar correto para conquistar uma vida feliz? Submissão é um dos segredos da felicidade humana. As Sagradas Escrituras pontuam a submissão como um dos aspectos centrais do evangelho.

Aos que consideram inadequado falar sobre isso num mundo “pós-moderno”, faço uso de uma frase de um dos meus professores na época da faculdade teológica quando perguntado o que viria em seguida ao “pós-modernismo” e ele respondeu: A volta de Jesus Cristo!

significado-de-submissão

Significado de Submissão

A submissão está ligada a condição e disposição de obedecer, se sujeitar e aceitar o que nos é proposto e/ou imposto.

Quando se diz condição falamos de posição/status e quando falamos de disposição podemos uni-la a consideração, respeito e amor. Ninguém pode se submeter a algo sem considera-lo, respeitá-lo e amá-lo. Essas são as características da essência da submissão.

O que a bíblia diz?

1 – SUBMISSÃO a DEUS

“Se alguém deseja seguir-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e acompanha-me”

Disse Jesus em Mateus 16.24, bem como nos registros de Lucas 9.23.

Seguir a Jesus é submeter-se a sua forma de funcionar e existir. Não existe a possibilidade de estar perto Dele vivendo e permanecendo de forma inconsequente e desobediente a sua Palavra.

“Sujeitai-vos a Deus e resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”, disse Tiago em 4.7. Única maneira eficaz de resistirmos e vencermos as tentações infernais: rendendo-se incondicionalmente ao Senhor em plena devoção.

2 – SUBMISSÃO aos PAIS

“Filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porquanto essa atitude é agradável ao Senhor”, disse Paulo aos Colossenses 3.20. A lei já dizia: “Honra teu pai e tua mãe, a fim de que venha a ter vida longa na terra que o teu Deus te dá” – Êxodo 20.12.

Na submissão há paz. Nos princípios aqui impostos, evitaria que tantas tragédias ao logo da história acontecessem e dissipassem as famílias.

Em Colossenses 3.21, há uma orientação aos pais também. A conversão de corações nas famílias curariam as nações. A família é e sempre será o projeto perfeito de Deus.

3 – SUBMISSÃO aos PASTORES E LÍDERES

“Sede obedientes aos vossos lideres espirituais e submissos à autoridade que exercem; Pois eles zelam por vós como quem deve prestar contas de seus atos; para que ministrem com alegria e não murmurando, porquanto desta maneira tal ministério não seria proveitoso para vós outros”, disse Paulo em Hebreus 13.17.

Certa vez eu ouvi uma frase da pastora e líder Ministério de Louvor Diante do Trono, Ana Paula Valadão, que me chamou muito a atenção: “O meu teto é o piso deles”.

O bom pastor ou líder tem o desejo que os seus liderados continuem a sua obra e que vão além de onde ele foi e faça muito mais do que ele fez. O pastor e líder discípula e em tudo instrui e favorece os liderados.

O liderado, numa atitude de submissão, nos termos bíblicos mencionados aqui, deve acolher as orientações na Palavra e no testemunho cristão para que seja forjado e cresça, assim no tempo dará seu devido fruto.

4 – SUBMISSÃO no CASAMENTO

Esposas, cada uma de vós respeite ao vosso marido, porquanto sois submissas ao Senhor; porque o marido é o cabeça da esposa, assim como Cristo é o cabeça da Igreja, que é o seu Corpo, do qual Ele é o Salvador.

Assim como a Igreja está sujeita a Cristo, de igual modo as esposas estejam em tudo sujeitas a seus próprios maridos. Maridos, cada um de vós amai vossa esposa, assim como Cristo amou a sua Igreja e sacrificou-se por ela, a fim de santifica-la, tendo-a purificado com o lavar da água por meio da Palavra e para apresenta-la a si mesmo como Igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou qualquer outra imperfeição, mas santa e inculpável.

Sendo assim, o marido deve amar sua esposa como ama  seu próprio corpo. Quem ama sua esposa, ama a si mesmo! Pois ninguém jamais odiou o próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, assim como Cristo zela pela Igreja., pois somos membros do seu Corpo.

‘Por esse motivo, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua esposa, e os dois se tornarão uma só carne.’ Este é um mistério grandioso, refiro-me, contudo, à união entre Cristo e sua Igreja. Portanto, cada um de vós amai a sua esposa como a si mesmo, e a esposa trate o marido com todo o respeito, disse Paulo em Efésios 5.22-33.

Ai está o conjunto perfeito da submissão: A consideração pelo que cada um representa nessa união, além do respeito e amor mútuo. Não é uma questão de disputa. É uma questão dos dois serem um.

5 – SUBMISSÃO UNS AOS OUTROS

“Amai-vos dedicadamente uns aos outros com amor fraternal. Preferindo dar honra as outras pessoas, mais do que a si próprio”, disse Paulo aos Romanos 12.10. “Sujeitai-vos uns aos outros no temor de Cristo”, disse Paulo em Efésios 5.21.

De onde vem as batalhas e os desentendimentos que há entre vós? (Tiago 4.1a). Assim ele perguntou na sua carta e pois é, de onde vem?

As guerras entre pessoas, pequenas ou grandes, acontecem pelas paixões que estão dentro delas mesmas. Quando valorizamos e consideramos o bem do outro antes do nosso, ambiente diferente e abençoador prevalece e permanece. Todos ganham!

6 – SUBMISSÃO a AUTORIDADES

“Todos devem sujeitar-se às autoridades superiores, porquanto, não há autoridade que não venha de Deus, e as que foram ordenadas por Ele; Portanto, quem se recusa a submeter-se à autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos”, disse Paulo aos Romanos 13.1-2.

Ou, ainda, acaso não se lembram: “Portanto, dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”, disse Jesus, conforme registra Mateus 22.21b. Respeito e oração por aqueles que estão designados a liderar uma nação, estado ou cidade, bem como demais autoridades, são peças chaves para uma ação de Deus sobre o povo.

Também no que diz respeito ao cumprimento das normas e leis estabelecidas, desde que as mesmas estejam de acordo com a Palavra.

Consideração final: SUBMISSÃO

Nenhuma autoridade é maior do que Deus. Toda a submissão deve estar pautada na Palavra e se assim for, dela você deve se valer e nela permanecer até o fim. Amém.

[Total: 0    Média: 0/5]

Aprender a Bíblia? Veja Isso